Deuses esquecidos, Eduardo Kasse

Uns dizem que fui amaldiçoado, outros que ganhei uma nova vida fascinante. A única certeza que tenho é que essa terrível sede só pode ser saciada com sangue.

Deuses Esquecidos é o segundo romance da Série Tempos de Sangue, de Eduardo Kasse, e narra a história de Alessio, um camponês temente a Deus que se tornou imortal contra a própria vontade.

Em uma Itália governada pela incontestável Igreja Católica, com seus dogmas e imposições, Alessio se vê em um grande dilema: depois de ser transformado em um bebedor de sangue, ainda teria chance de obter a Salvação?

Enquanto segue em busca de respostas, deixando à própria sorte a mulher e o filho, percorre caminhos tortuosos pela Europa medieval contando com a ajuda de um monge glutão e preguiçoso que também precisa expiar os seus próprios pecados.

Durante essa jornada fantástica, sua alma sempre estará envolta por sombras. Se reais ou imaginárias, só o tempo poderá dizer.

tds-promo-exclusiva1
Leve a série completa  Tempos de Sangue – Livro 1 a 5 de R$ 217,50 por R$ 159,60, frete incluso para todo o Brasil.

Paypal | PagSeguro

capa_campototal-600

Compre agora em nosso site clicando nos botões abaixo. Frete incluso para todo o Brasil.

Paypal | PagSeguro

Ou em nossos parceiros:

Papel: Cultura | Saraiva | Travessa | Submarino | Amazon | Folha | Curitiba

E-book: Apple Amazon | Kobo | Cultura | Saraiva | Google

Autor: Eduardo Kasse
ISBN: 978-85-8243-036-1
Gênero: Fantasia, terror
Formato: 14 cm x 21 cm
Páginas: 216
Preço de capa: R$ 39,90 (papel)
R$ 19,90 (e-book)


6 respostas para “Deuses esquecidos, Eduardo Kasse”

  1. […] Esse foi o meu segundo Fantasticon. No primeiro, no ano passado, lancei o O Andarilho das Sombras, e nesse ano foi a vez do Deuses Esquecidos. […]

  2. […] + Oferta especial de um combinado dos dois livros da série […]

  3. […] de Eduardo Kasse, autor da série Tempos de Sangue – O Andarilho das Sombras (2012), Deuses Esquecidos (2013). A guerra molda as pessoas. E quatro jovens vão para o campo de batalha sem experiências, […]

Deixe uma resposta